Campanha incentiva doação de computadores encostados para ajudar autônomas

Grupo social Tech Girls leva conhecimento de tecnologia e equipamentos para microempreendedoras curitibanas

As consequências da pandemia causada pelo Coronavírus atingem diretamente pequenas empreendedoras, que dependem do contato com os clientes para viabilizar seus negócios. Muitas delas estão aprendendo agora como vender de forma digital e não têm notebooks ou outro tipo de computador para profissionalizar o contato e venda.

Pensando em como resolver essa situação, o grupo Tech Girls iniciou uma campanha de doação de laptops para serem entregues a microempreendedoras. O objetivo é que estes equipamentos, após serem formatados e recuperados, sejam entregues para as alunas do Tech Girls, que estão dedicadas no aprendizado do comércio digital. Dessa forma, elas têm condições de colocar em prática seus negócios digitais e venderem pela internet.

A campanha “1 laptop doado é igual a um novo negócio Digital”

Segundo a idealizadora da Campanha, a fundadora Grupo social Tech Girls, Gisele Lasserre, as pessoas querem ajudar e às vezes não sabem o quanto um equipamento encostado em casa pode fazer diferença. “São laptops que estão ocupando espaço nas casas e que ainda teriam uma vida útil para quem está iniciando no mundo digital. Precisamos fazer este desapego e doar para quem irá usá-los de fato”, comenta.

As primeiras doações estão chegando. Uma das doadoras foi a analista de sistemas Geovana Conti, que está à frente de um outro projeto social, a Youngers (http://www.ynaweb.com.br/), que oferece soluções para a geração de renda com foco em juventude, além de um coworking social, localizado na Vila Torres, em Curitiba.

Exemplo de doações

 

Os equipamentos doados serão entregues de acordo com critério: recebem primeiro as mulheres com melhores desempenho no curso de tecnologia. Uma das que já recebeu o laptop foi a profissional de estética Maria de Fatima Meirelles, que através das aulas, criou sua agenda online para iniciar seus atendimento nas casas das clientes. Antes da pandemia, ela atendia as clientes em clínicas de estéticas e a agenda dela era administrada pela recepcionista do local.

Aulas para as empreendedoras

 

As microempreendedoras e autônomas estão recebendo aulas gratuitas de tecnologia de forma online, com o objetivo de digitalizar seus negócios em período de isolamento social. Antes da pandemia, as aulas eram realizadas presencialmente em centros comunitários e associações de bairros. São alunas na faixa de 25 a 50 anos, moradoras da periferia de Curitiba e Região Metropolitana e que vem recebemos estes treinamentos há cerca de 3 anos.

 

Além da necessidade da escolarização digital, uma outra barreira para estas empreendedoras é a ausência de equipamento, como por exemplo um laptop ou computador, para assim, possibilitarem acompanhar os treinamentos e também implementarem seus negócios online. Muitas delas não possuem nem mesmo um smartphone, o que requerem pegar emprestado da família para usar as redes sociais, por exemplo.

 

As mulheres interessadas em participar das aula online e gratuita, poderão realizar a inscrição, no site:  http://mkt.techgirls.com.br/cursos

Para doações dos equipamentos e informação, no link  https://techgirls.com.br/laptop/

Gisele Lasserre está disponível para entrevista. Contatos podem ser feitos através da Assessoria de Imprensa – Daniela Neves (41) 991155032.

Imagens das aulas podem ser acessadas pelo canal de YouTube do Projeto:  https://www.youtube.com/c/GiseleLasserreTechGirls

Redes sociais:

Facebook: https://www.facebook.com/TechGirlsBrasil/

Instagram: https://www.instagram.com/giselelasserre/

imprensa2 1
Fechar Menu
× Como posso te ajudar?